you're reading...

Em Português

Brasileiras disputam usina argentina

As grandes empreiteiras do Brasil se preparam para disputar o contrato da maior obra pública a ser feita na Argentina nos próximos anos. Várias vezes anunciada e cancelada, a construção do complexo de duas usinas hidrelétricas na província de Santa Cruz deve envolver US$ 4,9 bilhões. A maior das unidades se chamará “Presidente Nestor Kirchner”, nome do marido e antecessor da presidente Cristina Kirchner, morto em 2010. A menor se chamará “Governador Jorge Cepenich”. As duas juntas devem gerar 1,8 mil megawatts (MW) de potência.

A abertura dos envelopes deveria ser feita hoje, mas os participantes brasileiros acreditam que o processo será adiado, pela dificuldade de montagem dos consórcios. As empreiteiras brasileiras Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Correa e OAS devem participar em grupos com empresários argentinos, mas o governo de Cristina Kirchner ainda quer atrair participantes da Rússia e da China.

O trunfo dos consórcios com participação de brasileiros será a possibilidade de financiamento parte do BNDES. Pelas regras estipuladas pelo governo de Cristina, o consórcio terá que bancar 50% da obra toda. O sócio argentino terá que participar com 30% do capital. O consórcio ganhador operará e manterá o complexo por um período de 15 anos.

Uma licitação anterior havia sido feita há dois anos e foi ganha por um consórcio envolvendo a Camargo Corrêa e a argentina Impsa. A obra à época tinha um porte menor, de US$ 4 bilhões.

Um outro projeto hidrelétrico, mas de caráter binacional, é tocado pela Argentina. O complexo das usinas de Panambí e Garabí, no rio Uruguai, deverá ter uma potência instalada de 2,2 mil MW de potência e envolver recursos de aproximadamente US$ 2 bilhões.

O novo complexo será operado pela brasileira Eletrobras e pela argentina Ebisa. Em dezembro do ano passado, foram escolhidos quatro consórcios para a elaboração do estudo de impacto ambiental do projeto.

Por: Cesar Felício
Fonte: Valor Econômico 

Comentários

Nenhum comentários.

Comentar

Newsletter

Banners



Outros Sites

Parceiros