you're reading...

Em Português

Tecnologia para análise de solo busca eficiência ao planejamento do uso da terra

SpecSolo promete análise dos solos em 30 segundos e com melhor custo benefício

Um novo conjunto de tecnologias, desenvolvido pela Embrapa Solos (RJ), em parceria com o Instituto Brasileiro de Análises (Ibra), promete aos agricultores a análise dos solos em apenas 30 segundos e sem agredir o meio ambiente. Diferentemente dos métodos convencionais, que demoram dias para mostrar os resultados, o pacote tecnológico SpecSolo analisa dezenas de parâmetros de fertilidade e físico do solo simultaneamente. A tecnologia poderá dar mais eficiência ao planejamento do uso da terra, inclusive para produtores que aderem ao Programa de Agricultura de Baixo Carbono (ABC).

O SpecSolo terá como objetivo atender a diferentes públicos, como laboratórios de análise de solo, cooperativas agrícolas, órgãos de pesquisa e extensão rural, empresas de agricultura de precisão e consultores. “A análise com SpecSolo é mais rápida e mais barata, atendendo à demanda dos produtores de todas as regiões, que precisam desses resultados para aderir ao plano agrícola, de forma mais agilizada. Para o Programa ABC, que exige um planejamento complexo, a tecnologia vai trazer benefícios e rapidez”, explicou André Marcelo de Souza, pesquisador da Embrapa Solos e responsável pela tecnologia.

A análise do solo é uma das exigências para que o produtor rural obtenha crédito agrícola e seguro safra, pois traz uma avaliação dos riscos do negócio. Para acessar qualquer linha de financiamento, o agricultor tem que apresentar laudos de análise de solo e da respectiva recomendação agronômica. A partir da safra 2013/2014, a análise inclui também o carbono total do solo.

Outro benefício do SpecSolo é a mitigação dos impactos ambientais, uma vez que a tecnologia pode substituir os métodos tradicionais, que são poluentes, e diminuir os custos dos laboratórios com o tratamento e destinação correta de resíduos.

De acordo com Souza, o SpecSolo mostrará as características do solo, como o carbono orgânico, pH e nitrogênio, de forma rápida e precisa, o que pode aumentar a produtividade devido ao uso racional de corretivos e fertilizantes ou mesmo auxiliar no monitoramento dos resultados de tecnologias como a Fixação Biológica de Nitrogênio (FBN), preconizada pelo Programa ABC.

Como funciona

De acordo com a Embrapa, além de um extenso banco de dados, o pacote tecnológico SpecSolo conta com um software hospedado na nuvem exclusivo para o processamento da informação e um equipamento dedicado à análise de solos, denominado SpecSolo-Scan. O equipamento possui um amostrador automático que permite análise simultânea de 40 amostras de solo e autonomia para trabalhar sozinho durante 20 minutos. Após esse tempo, os resultados analíticos são gerados automaticamente, acessando remotamente o banco de dados.

Os resultados podem ser liberados de acordo com o serviço adquirido pelo cliente, podendo ser na forma de resultados analíticos de cada parâmetro do solo, ou por faixas de interpretação da fertilidade do solo. O projeto ainda conta com um sistema especialista para gerar recomendações de adubação e calagem, segundo os principais manuais disponíveis no país.

No momento, todos os produtos estão em processo de patenteamento, incluindo o equipamento, software e os modelos de negócio. Segundo Souza, o SpecSolo estará disponível a partir de janeiro de 2017.

Por: Talise Rocha
Fonte: Observatório ABC

Newsletter

Banners



Outros Sites

Parceiros