you're reading...

Em Português

Incêndios florestais avançam e preocupam região centro-sul do Chile

Fogo avança sobre floresta perto da cidade de Cauquenes, na região de Maule, na região central do Chile

Fogo avança sobre floresta perto da cidade de Cauquenes, na região de Maule, no centro-sul do Chile

Os incêndios que consomem florestas na região centro-sul do Chile avançaram durante o fim de semana e já atingem 125 mil hectares de vegetação (equivalente a quase uma cidade de São Paulo), informou na noite deste domingo (22) o Escritório Nacional de Emergências.

Considerada a série de incêndios florestais mais destrutiva das últimas décadas, o governo somou mais zonas ao “estado de catástrofe” decretado na sexta-feira (20) em duas comunidades do Maule e duas províncias da região de O’Higgins, depois de tomar a medida no último fim de semana para a comunidade de Valparaíso.

O ministro do Interior, Mario Fernández, porém, se mostrou otimista sobre a diminuição da magnitude de alguns incêndios na região de O’Higgins, a mais atingida. “A situação continua sendo bastante grave, no entanto, tivemos uma leve melhora.”

A presidente Michelle Bachelet decretou estado de exceção constitucional e catástrofe para “as províncias de Colchagua e Cardenal del Caro na Região de O’Higgins (centro); para as comunidades de Vichuquén, Cauquenes, Licantén e Hualañé na região do Maule (centro), e para a comunidade de Bulnes, na região do Biobío (sul)”, segundo o Escritório Nacional de Emergências.

O estado de catástrofe permitiu que as Forças Armadas se somassem ao combate aos incêndios e a ampliação do uso de recursos econômicos e operacionais na zona.

Com 33 aeronaves, entre aviões e helicópteros, e cerca de 4.000 pessoas entre as diferentes equipes de emergência e apoio, trabalha-se dia e noite para manter as chamas longe da população.

Fonte: Folha de São Paulo/ AFP

Newsletter

Banners



Outros Sites

Parceiros