you're reading...

Em Português

Degelo de parte da Antártica já seria irreversível, afirmam estudos

Dois grupos independentes de pesquisadores apresentaram nesta semana resultados semelhantes, e preocupantes, sobre o degelo da Antártica: boa parte da camada de gelo do continente está derretendo e não há mais como fazer com que esse processo seja interrompido.

Quando todo esse gelo, cerca de 182 mil quilômetros quadrados, chegar ao oceano, o que deve levar dois séculos, o nível do mar subirá pelo menos três metros, o suficiente para alterar de forma dramática a linha costeira do planeta.

“Um grande setor da Antártica Ocidental está em um estado de irreversível derretimento. É tudo uma questão de física agora para saber quanto tempo o gelo levará para escoar para o oceano”, afirmou Eric Rignot, pesquisador da NASA e autor de um dos estudos.

“Isto está realmente acontecendo”, completou Thomas P. Wagner, também da NASA.

“O próximo estágio estável para o gelo da Antártica Ocidental é provavelmente não ser mais gelo…”, alertou Ian Joughin, autor do outro estudo e glaciologista da Universidade de Washington.

Os dois trabalhos foram publicados em periódicos renomados, a Science e o Geophysical Research Letters, e utilizaram métodos diferentes para analisar o degelo da Antártica.

O estudo da NASA realizou observações durante 40 anos, medindo o fluxo de gelo para os oceanos muitas vezes com a presença de pesquisadores no local .

Já o trabalho comandado por Joughin utilizou medições por satélites e modelagens climáticas para avaliar o derretimento.

A conclusão, no entanto, é a mesma: boa parte dos 182 mil quilômetros quadrados de gelo na Antártica Ocidental deve desaparecer, elevando o nível dos oceanos nos próximos séculos.

Nenhum dos dois grupos de pesquisadores procurou provar que existe uma ligação entre o degelo e o aquecimento global, mas Rignot deixou claro:

“Nós realmente acreditamos que esse processo está relacionado com o aquecimento do planeta.”

Veja os estudos:

Marine Ice Sheet Collapse Potentially Underway for the Thwaites Glacier Basin, West Antarctica

Widespread, rapid grounding line retreat of Pine Island, Thwaites, Smith and Kohler glaciers, West Antarctica from 1992 to 2011

Fonte: Carbono Brasil

Newsletter

Banners



Outros Sites

Parceiros